24.5.08

o cícero

encontrar um caderno de desenho que seja, no mínimo, agradável de desenhar não é uma tarefa das mais fáceis do cotidiano de um desenhista. geralmente os papéis são muito finos, a encadernação é 99% em espiral para os cadernos sem pauta. daí você encontra uma subseção numa loja até especilizada em material pra desenho e tudo de bom que lhe resta são os caros-blocos-canson-nada-portáteis. há os desenhistas que fazem os próprios cadernos. compram o papel, escolhem o material da capa e encadernam em espiral ou escolhem alguém especilazado para essa tarefa, se tiverem a sorte de conhecer alguém que faça esse tipo de serviço.
acontece que recentemente ouvi falar dos cadernos moleskine como algo familiar e ao mesmo tempo como algo que não existisse mais, mas que traduzia todos os meus requisitos de um caderno que era, no mínimo, agradável de desenhar. mas importado da itália que carregava toda uma lenda sobre o uso de grandes artistas que os usaram para anotações... quer dizer, não era mais um caderno, mas sim um fetiche que poderia valer a pena ser cultivado, dada a batalha recorrente em busca do caderninho perfeito de desenho. e é aí que vem o final feliz dessa história. eu descubro que uma papelaria nacional tem lançado há pouco tempo um modelo semelhante em encadernação e papel por um preço quatro vezes menor. um caderno artesanal brasiliero chamado cícero, com capinha em material sintético, elástico, marcador, etc. eu comprei dois, um grande e um pequeno.
gostei muito!

w_cicero01

6 comentários:

Franz Kiña disse...

Hum.. boa!

ez disse...

vítor! que prazer te encontrar por lá! seu blog é lindo de morrer... e vejo que recife te abriu em tantas possibilidades, fico feliz demais! beijso beijos

elcerdo disse...

estes caderninhos sao massa, os pequenos sao otimos para serem carreghados em todos os lugares

só pra comentar no blog dos amigos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
só pra comentar no blog dos amigos disse...

vítor,
tu é um cara interessante.

SiMonE MenDeS disse...

inaugurei o meu Vitor!
obrigadaaaa
beijoooooooo