8.11.07

meu livrinho!

Essa é a história de Lucíola, moradora de um antigo edifício de apartamentos no centro da cidade, o Amado Getúlio. Sua vida se resume a subir e descer escadas, se locomover de ônibus lotado, trabalhar em telemarketing e falar com suas duas únicas amigas ao telefone. “Todos os dias da semana foram assim para Lucíola...”, diz o narrador. Uma rotina quebrada então pela instalação de um elevador em seu prédio. Sua felicidade e sua amargura.
luciola

Vitor Batista apresenta:A Incrédula História de Lucíola do Amado Getúlio.
"Inspirado no primeiro livro que li (aos cinco anos de idade), Lucíola é um resgate do meu primeiro contato com a leitura. Procuro explorar os signos linguísticos dessa literatura infantil, simples em códigos, e transpor para um roteiro contemporâneo, situando-o num indefinido momento da modernidade. Lucíola é a memória bizarra de uma criança que decidiu contar uma história para os adultos."


64 páginas / formato A6 / papel sulfite / impressão off-set / capa grossa
TIRAGEM ESGOTADA!

6 comentários:

Alê Ruoso disse...

seu blog é ótimo!

Anônimo disse...

Po Victor,
agora que fui ver seu e-mail...
como ta ai na editora?
to aguardando novos prazos sdde fechamento,.
tem algum na agulha???
manda noticias e zines pra
gente divulgar no Jornal

endereço:
rua caiado de castro 576
parque manibura
fortaleza ceará
60821 560

no aguardo!
Guabiras
http://guabiras.blogspot.com

guabiras_cartunista@yahoo.com.br
manibura@hotmail.com

Júnior disse...

adorei ler sua história (perversa) e inquietante tamanho o quotidiano surpreende. suas linhas claras e objetivas tem muita poesia. muito bom te conhecer e conviver contigo nessa história de carnavaL.

Júnior disse...

adorei ler sua história (perversa) e inquietante tamanho o quotidiano surpreende. suas linhas claras e objetivas tem muita poesia. muito bom te conhecer e conviver contigo nessa história de carnavaL.

Todé disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vitor Batista disse...
Este comentário foi removido pelo autor.